24 de mar de 2011

Cintura baixa








A cintura bem marcada foi a aposta de vários estilistas em temporadas passadas. Mas ela pode perder seu reinado, pois o inverno 2012 anuncia vestidos com a cintura lá embaixo! Eles vêm curtos e com clima dos anos 60.

Trazer profissionais de fora, estilistas ou modelos,é certo?

Stella McCartney compareceu, na noite da última terça-feira, 22 de março, à festa organizada pela C&A em sua homenagem. O evento marcou o lançamento da coleção feita em parceria entre a marca e a estilista britânica.Diversas personalidades do mundo da moda cruzaram o tapete vermelho do evento. “Acho muito bacana o trabalho que está sendo feito para apresentar uma estilista de peso como Stella McCartney aos consumidores brasileiros. Com a participação de profissionais desse porte, as mulheres de todo o país vão poder conhecer um outro tipo de estilo, com cortes e tecidos que até então não eram encontrados nas araras”, afirmou a colunista de moda Erika Palomino, uma das convidadas.
A estilista Paola Robba, outra convidada da festa, afirmou ter uma opinião mais crítica sobre a parceria. “Acho que o Brasil tem muitos talentos e me questiono se essa nossa postura de trazer profissionais de fora, estilistas ou modelos, está correta.”
As 28 peças da coleção Stella McCartney para a C&A poderão ser encontradas a partir desta quarta-feira, 23 de março, nas lojas da rede de fast fashion em todo o Brasil. Fica o questionamento...quando será que a moda brasileira vai abrir espaço para que os designers nacionais comecem a desfilar suas obras criativas trazendo muito da nossa carga cultural e parar de imitar e tentar impor o estilo de vestir de outros lugares que muitas vezes nem estão em concordãncia com nossos biotipos ou estilo de vidas e até mesmo nosso clima!?

Tendências Para Make inverno 2011-2012




O retorno dos clássicos, como a máscara de cílios e de gloss nos lábios, é uma das maiores apostas para o inverno 2012.Tons de marrons mais frios, sombras cintilantes, além de olhos pretos com uma ‘cor amiga’(rsrsrsrs) como verde, azul e rosa também vão pegar.

Se, num primeiro momento(durante os desfiles das semanas de moda), eles são usados de forma experimental, nas modelos, mais tarde podem entrar em linha e chegar às prateleiras das lojas...eu ,particulamente amei.Make simples e com um jeitinho especial.Eu adoro lábios com brilho.Vamos nos antecipar brasukas!!!! A dica está dada.

11 de mar de 2011

Manequins colombianos

Esta semana ,meu amigo espanhol, Mariano Alvarado me mandou por e-mail fotos de vitrinas colombianas que chamaram atenção dele em sua última viajem feita em Fevereiro. São fotos de manequins em vitrinas que representam o pensamento e ideal de beleza da mulher colombiana. Disse-me: “quando vi,lembrei-me de ti e registrei,chamou-me atenção!”.Como pescadora de estudos sobre o comportamento social que venha refletir diretamente na concepção e idealização da moda nas sociedades,claro que desejei registrar através de um post e trazer para vocês. É fácil transformar roupas em datas. E, mais que isso, em costumes, valores, cenários, modos de vida... em História. As vestimentas são um ótimo caminho para retratar um povo e seus costumes. Analisando a forma de um povo se vestir, é possível entender seus hábitos e sua forma de agir e de pensar, além de muitas estruturas sociais. Na Colômbia “está na moda” as cirurgias plásticas de aumento da mama(parece-me que muito mais forte que em outros lugares), bem como as de retiradas de costelas para afinar as silhuetas. Sendo assim,os manequins seguem o protótipo de beleza idealizado pelas colombianas apresentado os seios fartos e cinturas afinadas. Sempre observei pelas celebridades da Colômbia ,mulheres portando seios fartos ,com intervenção cirúrgica, entretanto é fascinante ,enquanto pesquisadora, tomar conhecimento de que tudo isto se estende também as pessoas comuns da sociedade daquele país. Investigar o jeito de se vestir e os esforços e artifícios que as pessoas fazem e usam para moldar o próprio corpo as suas necessidades psico-emocionais que vão resultar nos diversos movimentos que embasam de certa forma o fenômeno moda é mais uma forma de diminuir a distância em relação ao passado e aproximar-se do que possivelmente venha a ser adotado como padrão nas gerações futuras. Beijinhos à todos.








9 de mar de 2011

Chic ou Choc!?


Podem até me criticar,mas encontro nas combinações certa harmonia que deixa o look sempre elegante.Há quem me critique pelas combinações.Eu encontro romantismo e leveza no vestir,quando as cores encontram-se entre si. É um estilo casual que cai bem.

Aposte no estilo navy!!!!

Aviso às navegantes: o navy não vai levantar âncora! Inspiradas no visual dos marinheiros e consagradas por Coco Chanel nos anos 1930, as listras brancas e marinho são a marca registrada do estilo. Pitadas de vermelho e elementos náuticos,como cordas e correntes entram na onda.

A última coleção de verão da Neon, por exemplo, trouxe cordas aplicadas em maiôs e estampas de cavalos-marinhos. Já a Jil Sander, lá fora, investiu em um visual mais clean, minimalista e para lá de chic. O melhor é que, por ter cores clássicas, a tendência é fácil de conquistar e nunca sai de moda. Mas vale a dica: para não morrer na praia, evite o look total ,acessórios e roupas navy, usados lado a lado, são iguais a naufrágio na certa.

Artesanato no dia a dia

A tendência artesanal chega para ajudar a moda regional.Somada à étnica, que vem tomando forma há algumas estações, ganha reforço e chega de cara nova.

Quem puxou o ritmo foi a dupla da Amapô, Carol Gold e Pitty Taliani, que na edição de verão do SPFW trouxe fitinhas típicas para jaquetas e vestidos, além de pincelar traços do cordel na estamparia. Brilhos e bordados também são bem-vindos e garantem o glamour da festa.A personagem Jaqueline da novela Tititi abusou muito desta tendência.
No dia a dia, a dica para não levar a coisa ao pé da letra é dosar as referências: mescle uma peça mais colorida com outra minimalista. Tops assimétricos e enfeitados, por exemplo, ficam uma graça com calças retas de alfaiataria. Depois, é só sair distribuindo simpatia,como dizia meu pai!rsrsrsrsrs.

Em primeira mão: Mademoiselle da Chanel

Enquanto o carnaval fervia nas terras brasileiras,na segunda-feira, 7 de março, foi divulgada a primeira foto da nova campanha da bolsa Mademoiselle, da Chanel, estrelada pela atriz Blake Lively. Fotografada por Karl Lagerfeld(o próprio estilista), esta é estreia oficial da gossip girl como novo rosto da marca. No domingo, 6 de março, a maison francesa ofereceu um jantar em homenagem à sua nova embaixadora.


Riccardo Tisci é o novo estilista da Dior

 Desde a demissão de John Galliano da Dior,pairava uma grande dúvida: quem assumirá o posto na grife francesa?De acordo com o site style.it, o nome de Ricardo Tisci está confirmado.

“Estava no backstage do show da Kate Perry e me CONFIRMARAM que Riccardo Tisci vai para a Dior”, escreveu Blasberg(jornalista do Style) na noite de terça-feira, 8 de março em seu twitter. Por enquanto, nem a Dior nem o grupo LVMH divulgaram comunicados oficiais confirmando a contratação do estilista. É questão de esperar alguns dias para a confirmação.

4 de mar de 2011

Sapatos japoneses,o que já não se fez em nome da beleza e da moda!?















Ontem recebi um e-mail que trazia fotos sobre os sapatos das gueixas e de alguns pares modernos que vem sendo usados pelas mulheres no japão. As fotos que posto aqui chegam a chocar.Resolvi escrever um pouco sobre o quanto somos capazes e até que ponto chegaremos em nome de padrões de beleza e atitudes ditadas pela moda ?Quem nunca comprou um par de sapatos apertado? Ou quem não tem uma sandália linda com uma tira que parece cortar a pele, ou ainda aquele modelo que aperta os dedos? Se você lembrou de ao menos um par que tem em casa, saiba: você não é a única! Uma pesquisa feita no Reino Unido (divulgada pela BBC News) levantou os seguintes dados:

. 37% das mulheres comprarão sapatos desconfortáveis desde que eles estejam na moda.
. Quatro entre 10 mulheres já compraram sapatos conscientes de que não conseguiriam usá-los.
São números significativos,não é verdade!? As roupas não são apenas vestimentas que protegem o corpo ou adereços e adornos que nos embeleza. As roupas, como todos os objetos usados no cotidiano pelos homens, são partes da nossa existência diária, traduzem estados de espírito e identidades pessoais.

Elas preenchem o mundo de sentido e significado e nos ajudam a construir diversas narrativas e expressões sobre nós mesmos: sobre quem somos ou como queremos ser vistos, a nos diferenciar ou criar identificações, a ocupar posições ou oposições dentro de um grupo.
A roupa nos constrói e tem um poder sobre nós. Ela é um elemento forte da nossa cultura material. Ela nos ajuda a construir universos de sentido e significação, representações e símbolos visuais sobre aspectos de nosso self e de nossa identidade pessoal e social. Nas nossas relações com o mundo, com os outros homens e com os objetos que nos cercam construímos nossa cultura e quem somos.


3 de mar de 2011

Looks em cetim




Destaque na coleção de Marc Jacobs para a Louis Vuitton, o cetim apareceu nas semanas internacionais de verão 2011 em versões estampadas que às vezes lembravam tecidos orientais e lisas, em cores neutras ou fortes. Além de vestidos e saias, o cetim também foi usado em combinações de calça e blazer ou camisa.